sábado, 26 de novembro de 2011

Gospel ganha rede social com TV e VJs de Cristo

Apresentadora da LouveTV e cantora gospel Maressa no set de fimagem com o diretor David Almiron
x
Paula Reverbel, na Veja Online

     Apesar do crescimento vivido pelo mercado de música gospel nos últimos anos, os videoclipes do gênero, até outubro, ainda não tinham um canal para chamar de seu. A veiculação de músicas evangélicas dividia o tempo de transmissão, tanto em canais como o Rede Gênesis quanto em sites como o New Gospel, com os cultos religiosos.
     Foi de olho nisso que o publicitário e diretor de vídeo David Almiron resolveu criar a LouveTV, um canal gospel on-line integrado a uma rede social. A iniciativa se molda ao hábito dos jovens, que hoje vão ao Twitter comentar o que veem na TV e usam a internet para compartilhar fotos e ideias, além de responder à já tradicional questão feita pelas mídias sociais, “Em que você está pensando agora?”.
Na programação da LouveTV, estão músicos de diversos ritmos, do rock ao axé, e compositores de canções “com mensagens” – como são chamadas pelos crentes as letras de cunho religioso – de todas as Igrejas evangélicas. Na plateia, predominam jovens de doutrinas evangélicas, mas há também outros credos. Entre os cadastrados que forneceram sua religião, dado não obrigatório para a entrada no site, 79 se disseram católicos, um número pequeno mas suficiente para mostrar que o gospel pode arrebanhar fiéis também em outros templos.
     Não que lhe falte potencial para movimentar cifras e audiência. Desde 10 de outubro, quando foi lançado, o canal recebeu mais de 300.000 visitas e quase 13.000 cadastros. O patamar é muito superior à meta que Almiron e seus sócios – o diretor de arte Lêka Coutinho, o fotógrafo Alberto Vilar, o diretor de informática Eduardo Rodrigues e o diretor financeiro Evandro Paiva – tinham para a fase beta do site. Nessa etapa, que é a atual, eles planejavam ter apenas 100 usuários para com eles testar tecnologias e resoluções para a transmissão de vídeos.
      Os cinco sócios investiram cerca de 1 milhão de reais de recursos próprios para levar o projeto adiante, e vêm se desdobrando em jornadas duplas para pagar contas particulares enquanto o site não entra no azul. Lucro, só esperam para 2014, mas por ora comemoram outros ganhos. O LouveTV fechou parceria com todas as grandes gravadoras do ramo, como MK Music (sem ligação com Igrejas), Line Records (ligada à Universal do Reino de Deus) e Sony (major secular que este ano criou um selo para o segmento), para exibir videoclipes. E a multinacional convidou Almiron e seus sócios para um projeto que dará publicidade ao site, o Louve Acústico, ainda sem data.
      O próximo passo do site, aliás, é esperar o público ganhar corpo para analisar dados de acesso e comportamento dos usuários e procurar anunciantes. A seleção das empresas seguirá os critérios editoriais do projeto: bebidas e cigarros, naturalmente, ficarão fora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário