segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Católicos rasgam outdoor do teste de gravidez de Maria de igreja anglicana

O ataque  fez aparecer parte
do cartaz anterior
Em Auckland, Nova Zelândia, cerca de cem integrantes da Ação Católica rasgaram o outdoor de uma igreja anglicana onde havia uma figura da Virgem Maria abismada com um teste de gravidez na mão [ver abaixo]. O outdoor não tem texto.

Glynn Cardy, reverendo da igreja Saint Matthew, tinha dito antes do vandalismo que o objetivo do outdoor era estimular os fiéis a refletirem sobre a realidade em que Jesus nasceu, incluindo a ansiedade e incertezas de Maria, uma mulher pobre. “Acusada de ter um filho ilegítimo, ela era um mulher de enorme coragem e fé, e não um ícone plastificado, alguém sem sentimentos,” disse Cardy.

Arthur Sinner, líder do grupo dos católicos fundamentalistas, disse que o outdoor é coisa demoníaca. Para ele, Satanás se aproveitou do fato de a igreja anglicana ser administrada por gays e feministas para colocar em dúvida a virgindade de sua pior inimiga, a Virgem Maria.

Antes, Maria olhava 
atônita para teste de gravidez
“Só há uma fé, a Católica Apostólica Romana, porque estamos ligados diretamente com Cristo”, disse. “As demais [denominações] são seitas criadas pelo homem.”

Sinner disse que, se preciso, rasgará de novo o outdoor blasfemo.

Lyndsay Freer, porta-voz da Igreja Católica, disse que faz restrição ao outdoor, mas rejeita a atitude destrutiva da Ação Católica, que não tem “nada a ver” com a instituição na Nova Zelândia”.

Com informação da nzherdal.com.nz

Nenhum comentário:

Postar um comentário