quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Inri Cristo chama de 'evanjegue' miserável que paga dízimo


O 'emissário do Pai' criticou a
festa pagã que é o Natal
O líder religioso Inri Cristo (foto), 63, o “emissário do Pai”, disse que “o que mais tem no Brasil é ‘evanjegue’, que é uma mistura de evangélico com jegue.

“São esses que se dizem evangélicos porque têm sobre o dorso montado o lobo na pele de ovelha, que lhes chantageia com o dízimo e lhes confisca 10% de seus miseráveis salários”, afirmou ele à Folha de S.Paulo.

Álvaro Inri Cristo Thais é o fundador da Soust (Suprema Ordem Universal da Santíssima Trindade), com sede na cidade que, segundo ele, é a “Nova Jerusalém”, Brasília.

Embora diga ser  encarnação de Jesus, Inri criticou na entrevista o Natal, que é “uma data comercial”. “É uma coisa inventada pelos homens. É, aliás, uma data pagã.”

Inri, que tem participado de programas de humor, disse que não se importa ser retratado como figura cômica. “Podem falar o quiser”, afirmou. “Porque eu, como filho de Deus, sou inatingível.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário