quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Muçulmano quer mulher longe de banana para evitar desejo sexual

Um sacerdote muçulmano que mora em um país europeu está recomendando aos pais e maridos que as mantenham as mulheres longe de bananas e pepinos para evitar que tenham quaisquer “pensamentos sexuais”.

A informação foi publicada pelo jornal el-Senousa, que não revelou o nome do líder religioso.

De acordo com o jornal, o muçulmano disse que, quando mulheres desejam comer vegetais e frutas que lembram pênis, algum homem da família deve fatiá-los para que não suscitem pensamentos impuros.

Na lista dos alimentos que devem ser proibidos às mulheres, ele colocou cenoura e abobrinha.

O líder religioso falou sobre o assunto a propósito de um questionamento sobre como controlar os desejos sexuais das mulheres.

As recomendações foram motivos de gozação na internet. Alguns duvidaram da veracidade da notícia de tão absurda que é. Para outros, a explicação, entre duas possibilidades, pode ser que o líder islâmico deseja se promover ou se trata de uma pessoa com algum grau de retardo mental.
Com informação do Bikyamasr.

Nenhum comentário:

Postar um comentário