domingo, 8 de janeiro de 2012

Ex-evangelista recebe o prêmio de “ateu do ano”


Ex-evangelista recebe o prêmio de “ateu do ano”
Pouco antes do final de 2011, foram abertas as indicações para o Prêmio Ateu do Ano, denominado “Hitchie”, uma homenagem póstuma ao conhecido ateu militante Christopher Hitchens, que morreu no ano passado vítima de câncer.
Os indicados pelo site Examiner, que criou a premiação, foram:
David Silverman , Hemant Mehta , Matt Dillahunty , George Takei , Ricky Gervais.
Para votar, as pessoas tinham de compartilhar o artigo sobre seu candidato no Facebook e/ou Twitter. O ator George Takei (de Jornada nas Estrelas) assumiu a liderança no início, mas rapidamente Hemant Mehta começou uma campanha em seu Facebook.
Logo em seguida, Ricky Gervais usou seu blog pessoal para fazer uma campanha para receber o prêmio. No final, venceu Matt Dillahunty.
No ano de 2011, o apresentador do programa The Atheist Experience [A experiência ateísta” tornou-se uma estrela em ascensão dentro da comunidade de céticos e pensadores livres.
No seu programa, transmitido por um canal a cabo do Texas já teve mais de 700 edições; Mas sua verdadeira popularidade esta no Youtube, com milhares de acessos e traduções para outras línguas.
Basicamente, Dillahunty e seus amigos recebem ligações telefônicas de religiosos e oferecem respostas afiadas e bem humoradas. Parecem sempre vencer com seus argumentos ateus.
Ele é o atual presidente da Comunidade Ateísta de Austin , no Texas, é publica com regularidade o podcast do grupo The Non-Prophets .
Ironicamente, Dillahunty foi criado em uma família religiosa e se considerava um cristão. Tentou inclusive ser um evangelista. Depois de “descobrir” que não cria em nada, passou a atacar sua antiga fé.
Recentemente teve um grande debate com o pastor Mark Allison. Seu raciocínio rápido, combinado com seu conhecimento bíblico formidável fazem dele um adversário difícil. Não houve uma cerimônia oficial de entrega do prêmio, mas como era previsível, muitos ateus não concordaram com a escolha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário