sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Igreja abre estúdio de tatuagem dentro do templo

A igreja independente The Bridge [A Ponte] está convencida que as igrejas de hoje tornaram-se ineficazes e irrelevantes para a maioria das pessoas. Por isso, decidiu inovar e abriu um estúdio de tatuagem anexo ao seu templo.O Tattoo Serenity fica ao lado do escritório do pastor Steve Bentley. No estúdio, os tatuadores licenciados Ryan Brown e Drew Blaisdell exercem seu ofício entre o meio-dia e às 20horas, de segunda a sábado.

“Eu já tinha esse estúdio. Estava trabalhando, mas sem muito propósito “, disse Brown, 32, um ex-alcoólatra hoje convertido a Cristo. Ele diz que o fato de trabalhar dentro do prédio da igreja o tem ajudado a manter-se no caminho certo.
“Eu estava lutando para manter meu estúdio e ficar sóbrio”, explica. ”Eu orei muito e decidi que o melhor era fechar no endereço antigo vir para a igreja. Achei que poderia causar um impacto mais positivo aqui”.
O pastor Bentley disse que está fazendo tudo que pode, para construir “pontes” com as pessoas que nunca entrariam em uma igreja tradicional. Essa é a inspiração para o nome e um fator que o ajudou a ceder parte do templo alugado pela igreja no Centro Comercial Carman Plaza.
“A tatuagem é uma forma de arte muito importante em nossa cultura hoje”, disse Bentley, que tem duas tatuagens, sendo que uma delas foi feita na igreja. ”Eu não acho que deveria ser associado a uma cultura de abuso de drogas e pornografia”. Eles seguem algumas regras, como não fazer desenhos relacionados a drogas, gangues, morte ou demônios.
O pastor diz que tem ouvido críticas de cristãos de outras igrejas sobre sua decisão de misturar tatuagem com um lugar de adoração. Mas para ele, trata-se de uma prática “moralmente neutra”, que não é diferente de colocar um brinco ou um piercing.
“Queremos fazer nossa igreja ser diferente, relevante para as pessoas”, disse ele. ”Aqui você pode fazer uma tatuagem em um ambiente limpo”.
Bentley começou a The Bridge em 2008 e continuam no mesmo espaço comercial, mas a frequência tem crescido.
Ele faz reuniões do ministério “Celebrando a recuperação” aos sábados pela manhã e domingos a tarde. A The Bridge também hospeda outras atividades como reuniões semanais de Narcóticos Anônimos e dos Alcoólicos Anônimos. Além do estúdio de tatuagem, também há um espaço para lutas no estilo MMA, e um curso de reparação de automóveis.
“Não queremos um edifício de milhões que é utilizado algumas vezes por semana”, disse o pastor “Isso é um desperdício do que Deus nos deu. Realmente tentamos servir a nossa comunidade”.
Blaisdell, 46, conheceu a igreja The Bridge depois de reencontrar Brown, um velho amigo que ele ficou sem ver por 10 anos. Tentando resolver seus problemas com o alcoolismo, ele procurou seu amigo, visitou a igreja, aceitou a Cristo e foi batizado na igreja onde ele trabalha agora.
“Foi quase como um milagre”, lembra Blaisdell. ”Eu era ateu … não me importava com nada. O que me atraiu para cá foi que lidamos com tantas pessoas que estão tentando se recuperar. É isso que nos mantém unidos… Eu cheguei no fundo do poço e a igreja me tirou de lá.”

Traduzido e adaptado de Wnem e M Live

Nenhum comentário:

Postar um comentário