quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Cristão que pregou contra homossexualidade é liberado da prisão

GOSPEL Foto/Imagem Cristão que pregou contra homossexualidade é liberado da prisão Noticia Religião
Um cristão, que tem pregado a palavra de Deus na rua foi inocentado das acusações de crime de ódio por comentários que ele fez contra a homossexualidade. Mike Overd foi preso no ano passado sob a Lei de Ordem Pública por dizer que “os homossexuais poderiam ser perdoados por Deus por seus pecados.”
A acusação foi feita contra ele após uma denúncia apresentada por Craig Nichols e Craig Manning, que passava por Taunton High Street, quando  Overd pregava.
Eles acreditavam que o pregador os tinha considerados “pecadores”, e se queixaram para a policia que prendeu Overd e o acusou de crime de ódio, que é considerado crime na Inglaterra.
Overd disse que havia sido intimidado por toda a experiência que tem como um pregador e expressou a sua decepção quando a polícia o prendeu em vez de protegê-la.
O pregador foi absolvido após os juízes concluírem que não havia intenção de causar alarme, assédio ou angústia. Overd disse que seu caso “nunca deveria ter sido interposto” perante o tribunal.
“Os cristãos como eu, estão sendo perseguidos“, disse “Felizmente, os juízes viram à verdade do que aconteceu, mas esta acontecendo em uma escala mais ampla em nosso país”.
“Alguma coisa esta errada, Nick Lansley de Tesco pode insultar os cristãos, lendo um poema abusivos no You Tube sobre os atos homossexuais de Cristo, Abu Qata pode pregar sobre Jihad e morte aos judeus, mas a policia me prende, por ser um pregador cristão que se preocupa profundamente com Jesus Cristo pelo povo de Taunton”.
“Algo tem que mudar e espero que meu caso encoraje outros a não terem medo de falar no nome de Cristo”.
Andrea Minichiello Williams, diretor do Centro Legal Cristão (Christian Legal Centre), que defendeu Overd, disse que o caso é uma importante vitória para a liberdade de expressão. “Estamos determinados a lutar pela liberdade de falar e pregar o Evangelho”, disse ele.
“O próprio Senhor Jesus, se dirigiu diretamente aos pecadores, o discurso religioso precisa de proteção porque as pessoas não querem ouvir falar sobre o “pecado” e, portanto, tentam extinguir a liberdade de expressão.”
Fonte: Padom | Divulgação: Midia Gospel

Nenhum comentário:

Postar um comentário