domingo, 11 de março de 2012

Pastor cria espécie de “Big Brother” para “heróis da fé”


 
 Pastor cria espécie de “Big Brother” para “heróis da fé”



A igreja anglicana, embora não venere os santos, dá um espaço bem maior aos “heróis da fé” que a maioria das outras igrejas evangélicas. No seu calendário eclesiástico, a Quaresma, ou os 40 dias que antecedem a Páscoa, é respeitada.
Para incentivar as leituras devocionais durante a Quaresma, o reverendo Tim Schenck criou em seu blog uma espécie de concurso, onde santos são apresentados diariamente e podem ser “eliminados”, numa votação online, semelhante ao que acontece no programa “Big Brother”.
Esse ano a competição ganhou seu próprio site www.lentmadness.org onde os leitores podem conhecer melhor e eleger os santos “vencedores” até que reste apenas um, que ganhará o cobiçado prêmio da “auréola dourada” na quarta-feira antes da Páscoa.
Durante três anos consecutivos, a competição chamada de “Lent Madness” [Loucura Quaresmal] foi realizada pela Internet como uma competição que teve o apoio de muitos fiéis.
“Eu estava procurando por uma maneira divertida de celebrar o tempo quaresmal”, disse Schenck, reitor da Igreja Episcopal de São João em Hingham, Massachusetts. Seu objetivo, esclarece o pastor, é ajudar as pessoas “se conectar com o Cristo ressuscitado durante esse período do ano” e “se divertir um pouco durante o processo.”
A competição criada por ele inclui 32 homens e mulheres considerados “santos” pela igreja  Episcopal. Schenck explica que os “santos episcopais” são “heróis da igreja… Eles não são perfeitos, mas foram fiéis.” Diferentemente dos santos católicos, não foram formalmente canonizados.
Os santos selecionados são um grupo diverso de homens e mulheres que estão na Bíblia ou tiveram papel importante na história da igreja. A cada rodada, eles são apresentados com minibiografias, ressaltando aspectos de sua vida e obras.
“Quando pensamos sobre os santos, nossa tendência é imortalizá-los em quadros”, disse Schenck. ”Esquecemos que são seres humanos com belas histórias de fé. É isso que nós lembramos na Loucura Quaresmal”.
A iniciativa tem o apoio de outros pastores, como o reverendo Scott Gunn. Ele liderou a campanha que garantiu a vitória do sacerdote e poeta George Herbert, que viveu no século 17. Três anos depois, ele continua participando e fazendo campanhas online pelos seus santos favoritos.
“Uma das coisas que há de errado com o cristianismo hoje é que nós levamos muito a sério, mas não levamos Jesus a sério o suficiente”, disse Gunn.
O pastor Gunn acredita que a brincadeira de eliminar os santos aumentar a sua visibilidade, usando meio modernos de comunicação como o Facebook e o blog.
Até agora, a página da Loucura Quaresmal teve mais de 150.000 visitas, com uma média de 2.000 eleitores por dia. No primeiro ano, foram apenas cerca de 100 eleitores.
“Este ano a coisa simplesmente explodiu”, disse Schenck.
“Estou muito impressionado com o que as pessoas estão dizendo e escrevendo”, disse o reverendo Penny Nash, reitor da Igreja Episcopal em Williamsburg, Virgínia, que também é blogueiro. “As pessoas estão perguntando se os santos têm algo a ver com eles hoje e estão levando isso realmente a sério.”
Traduzido e adaptado de Religion News

Nenhum comentário:

Postar um comentário