quarta-feira, 18 de abril de 2012

Um grupo de ativistas LGBT criou um abaixo assinado para estimular as pessoas a boicotarem a Avon

Ativistas gays fazem abaixo assinado boicotando a Avon por vender livros do pastor Silas MalafaiaUm grupo de ativistas LGBT criou um abaixo assinado para estimular as pessoas a boicotarem a Avon, caso a empresa de cosméticos mantenha em seu catálogo de produtos os livros do pastor Silas Malafaia, classificado por eles como homofóbico.
Tido pelos ativistas como inimigo da comunidade LGBT, o pastor chegou a dizer que o grupo quer criar uma “ditadura gay” no Brasil e, diante das reações do grupo em relação à venda de livros de sua editora pela Avon, classificou os ativistas gays como o “grupo mais intolerante da pós-modernidade”.
Além de ser um ferrenho crítico da PLC 122, o pastor é também criticado pelos ativistas gays por ter trago ao Brasil, através de sua editora, o livro “A estratégia: o plano dos homossexuais para transformar a sociedade’’, escrito pelo também pastor Louis Sheldon.
“É um disparate, que uma empresa que declara acreditar em ações transformadoras e lutar pela promoção da igualdade entre gêneros, disponha-se a comercializar livros do pastor Silas Malafaia”, diz o texto do abaixo-assinado, que se justifica afirmando ter como motivo “o fato de a empresa disponibilizar em seu catálogo mais de 400 títulos de livros de Silas Malafaia”. “O livro escrito pelo pastor Louis Sheldon é uma proposta pseudocientífica contra a causa LGBT”, afirma o texto, segundo o site Vírgula.
Afirmando que não cabe a ela questionar posicionamentos religiosos, políticos ou ideológicos dos autores de livros, a Avon declarou que tem “como um de seus mais importantes pilares o respeito à diversidade, em todos os seus aspectos, e busca atender de forma ampla e democrática aos consumidores de mais de 100 países, oferecendo uma ampla variedade de cosméticos e outros produtos – entre eles os livros -, para atender à pluralidade de preferências, ideias e estilos de vida”.

Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário