quinta-feira, 5 de abril de 2012

Refrigerante gospel Leão de Judá conta com investimento da Igreja Universal, afirma revista

Refrigerante gospel Leão de Judá conta com investimento da Igreja Universal, afirma revistaO refrigerante gospel Leão de Judá, lançado em 1999 pelo empresário Moisés Magalhães, conta com investimento da Igreja Universal do Reino de Deus.
Segundo informação da revista Exame, o empresário tem como sócia a denominação liderada por Edir Macedo, e busca através dos fiéis da igreja, derrubar a líder de mercado, Coca Cola.
A jornalista Cris Simon publicou a informação relatando a repercussão dos vídeos gravados pelo empresário e divulgados no Youtube, onde ele classifica a bebida como “água suja do inferno”.
Em um novo vídeo, Magalhães afirma que a fórmula da bebida foi desenvolvida por um empresário que sofria de dores de cabeça, e que precisava de uma bebida para aliviá-las, e que em sua fórmula, a bebida leva “folha de coca para viciar as pessoas”.
-“Em 1980, o presidente Ronald Reagan, tentou, através do combate à droga naquela época, mudar a formulação da Coca, e criaram até ‘Coke’, que não foi bem-sucedida, e eles voltaram com a receita de 1886”, relata o empresário, que pretende distribuir também sucos e biscoitos da marca: “Nosso principal-alvo é o mercado de r$ 23 bilhões da Coca-Cola. Os distribuidores Leão de Judá, distribuirão uma linha exclusiva com 700 itens top mix de refrigerantes, sucos, água e alimentos. Meta de faturamento mensal por distribuidor Leão de Judá: R$ 360 mil”, promete a descrição de um dos vídeos publicados no canal da empresa no Youtube.
Confira o novo vídeo gravado por Moisés Magalhães, onde ele rebate as críticas contra seu produto:

Nenhum comentário:

Postar um comentário