quinta-feira, 26 de abril de 2012

Secretário é investigado por repassar verba para evento da Assembleia de Deus em Cuiabá


 


O Ministério Público Estado do Mato Grosso está investigando o secretário de Estado da Cultura (SEC), o deputado licenciado João Malheiros por ter assinado um repasse de R$193 mil para a Igreja Assembleia de Deus de Cuiabá.
Malheiros se defende dizendo que o repasse autorizado pelo convênio nº 011/2011/SEC se refere à realização do ‘Projeto Cultural e Histórico do Centenário das Assembleias de Deus’ que custou R$212,3 mil sendo que a Convenção Regional dos Ministros Evangélicos das Assembleias de Deus (Cormead-MT) entrou com R$19,3 mil e a SEC completou o valor.
“Isso não é recurso indevido. O governo, através da SEC, fomenta atividades culturais. O próprio Ministério Público aprovou a questão das manifestações de cunho gospel”, disse o acusado.
Mas para o MPE o custo é muito caro para apenas um evento e por isso o secretário está sendo investigado por impropriedade administrativa. Também está sendo investigado se o valor saiu do orçamento da pasta ou do fundo de fomento à cultura.
Além do secretário, o pastor e presidente da convenção do ministério de Madureira em Mato Grosso, José Fernandes Corrêa Noleto, também está sendo investigado pelo MPE e outros nomes devem aparecer até o fechamento desse caso.

Com informações Diário de Cuiabá

Nenhum comentário:

Postar um comentário