segunda-feira, 30 de abril de 2012

Valdemiro Santiago pode ser multado por promover showmício em Rondônia


 

O apóstolo Valdemiro Santiago pode receber uma multa de R$200 mil reais por ter apoiado um candidato a senador em Rondônia durante um evento em 2010 que aconteceu Espaço Alternativo de Rolim de Moura.
Naquele dia o líder da Igreja Mundial do Poder de Deus teria apresentado o então candidato Ivo Cassol (ex-governador do Estado) como representante da “obra de Deus” o que para o Procuradoria Regional Eleitoral de Rondônia (PRE/RO) é uma propaganda eleitoral não permitida pela Justiça.
Ivo Cassol foi eleito e cumpre seu mandato como senador, mas pode ser cassado e ficar inelegível por oito anos assim como seus suplentes, Reditário Cassol e Odacir Soares Rodrigues, que estão sendo investigados na ação judicial eleitoral de n° 2653-08.2010.6.22.0000.
O processo está em fase final e até os primeiros dias de maio deve ter uma sentença. Para a Promotoria Eleitoral o evento, que foi transmitido pela TV e pela Internet, desviou sua finalidade religiosa “para promover candidatos”. Como o líder religioso ainda “abençoou” os candidatos a Justiça chegou a pedir o encerramento imediato do show, mas o juiz não foi localizado e o evento prosseguiu.
O procurador regional eleitoral, Heitor Soares, caracteriza a situação como grave porque “baseada no argumento da fé religiosa, da crença das pessoas, abusou-se do poder de autoridade religiosa e da própria liberdade religiosa, garantida constitucionalmente, em prol de candidatos, como se estes fossem – com a benção e as palavras de fé – representantes de Deus na Terra”.

Com informações Tudo Rondônia

Nenhum comentário:

Postar um comentário