sexta-feira, 25 de maio de 2012

Depois de ter sido desacreditado pela medicina, evangélico é curado e câncer, e médico usa cimento em seu tratamento

Depois de ter sido desacreditado pela medicina, evangélico é curado e câncer, e médico usa cimento em seu tratamentoO obreiro da igreja de Knowle, Marek Barden, descobriu em agosto de 2011 que tinha um tumor cancerígeno, e foi desacreditado pelos médicos, que deram a ele uma expectativa de apenas seis meses de vida.
Aos 40 anos, o inglês, da cidade de Bristol, foi operado por três cirurgiões, que seguiram com seis horas de trabalho até recolher cerca de 1,5 kg de crescimento mórbido de tecido. O caroço que Barden pensava, inicialmente, ser apenas uma sequela de uma queda de bicicleta, foi revelado pelos médicos como um tumor do tamanho de um melão.
O cirurgião plástico Paul Wilson, que deu suporte ao procedimento, contou que foi um dos maiores tumores que já tinha visto. Por causa do tamanho do tumor, o obreiro teve seis costelas removidas, o revestimento de seu pulmão esquerdo, além de parte de seu diafragma.
Para reconstruir as partes destruídas pelo câncer, e removidas na cirurgia, os médicos utilizaram um painel quadrado de 25 centímetros feito com cimento acrílico e com parte do músculo do ombro, segundo o jornal britânico Mirror News.
Depois de seis dias de cuidado intensivo no pós-operatório Barden recebeu alta e, para surpresa de toda equipe médica, não precisará de nenhum tratamento adicional.
O homem afirma que o que era uma sentença de morte foi superada por sua sorte e teimosia. “Eu fui para o hospital preparado para morrer, mas eu sou um lutador e eu sou teimoso. Eu tive muita sorte”, afirmou.

Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário