domingo, 6 de maio de 2012

Estudo psicológico mostra que o medo da morte aumenta a fé dos ateus


Estudo psicológico mostra que o medo da morte aumenta a fé dos ateus
De acordo com um estudo da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, a incerteza do que acontece após a morte aumenta a fé do povo até de ateus. Dado que os ateus são menos certos da existência de Deus, embora a questão se coloca de forma inconsciente.
O departamento de psicologia da Universidade, entrevistou 265 estudantes universitários de tanto ateus como religiosos. Eles foram divididos em dois grupos, um deles escreveu sobre sua própria morte e outros sobre o que viram na televisão.
Os estudantes religiosos que escreveram sobre sua morte provou ter mais fé em sua crença do que os religiosos que escrevem sobre a televisão. A pesquisa mostrou outra forma de conexão com os ateus: o grupo que escreveu sobre a morte foi mais cético.
No entanto, o resultado do teste foi mudar o inconsciente, o que mostra que os ateus encontraram mais dificuldade em negar a existência de Deus. Para chegar ao inconsciente, os pesquisadores mediram a velocidade com que os participantes do estudo apertou o botão para aceitar ou negar a existência de Deus.
Os ateus, que escreveram sobre sua própria morte, apertaram o botão que negou a existência de Deus, mas levou mais tempo para fazê-lo, enquanto estes religiosos apertou o botão mais rápido, mostrando que eles estavam seguros em suas crenças .
“O medo da morte é quase uma experiência universal e crenças religiosas parecem ajudar a lidar com essa ansiedade”, disse o professor Jamin Halberstadt, co-autor do estudo que será publicado na próxima edição do Journal of Experimental Social Psychology.

Nenhum comentário:

Postar um comentário