sábado, 26 de maio de 2012

Magno Malta confirma sessão solene para homenagear Xuxa e Joana


 


Na última quarta-feira (23) o senador Magno Malta confirmou que irá promover uma sessão solene em homenagem a apresentadora Xuxa Meneguel e a nadadora Joana Maranhão. A homenagem será no próximo dia 11 no Congresso Nacional, quando acontecerá a simbólica sanção da nova Lei Joana Maranhão. Ambas foram abusadas sexualmente quando eram crianças.
Em depoimento veiculado na TV Globo no último domingo, durante o programa Fantástico, a apresentadora Xuxa Meneghel disse ter sofrido abuso sexual na infância. Xuxa revelou ter sido abusada sexualmente “várias vezes” e que não contou aos seus pais por medo. Ela apontou o “melhor amigo” do pai e o namorado da avó como dois dos responsáveis pelo abuso. Xuxa também citou um professor. Ele teria dito que ninguém acreditaria na palavra da apresentadora, então uma criança, caso ela resolvesse revelar o abuso.
O estresse causado pela revelação da apresentadora Xuxa, de que sofreu abuso sexual até os 13 anos, e pela avalanche de pedidos de entrevista e mensagens sobre o tema abalaram a nadadora Joanna que chegou a desmaiar.
Em fevereiro de 2008 Joanna Maranhão reuniu coragem para revelar em uma entrevista que havia sido abusada por um ex-treinador. A declaração acabou marcando uma retomada em sua carreira, com bons momentos nos últimos anos. O assunto ainda é delicado para a atleta.
Segundo o senador Magno Malta, que presidiu a famosa CPI da Pedofilia, “de cada dez casos de abusos contra crianças, sete são praticados por parentes, sendo a maioria pelos próprios pais. Joana uma atleta olímpica, teve a consciência de denunciar o técnico, por isso à lei leva o seu nome. Já a “Rainha dos Baixinhos”, carinhosamente chamada de Xuxa, em público, sem pressão, contou sua história de que foi abusada até os 13 anos, dentro da própria casa. Estas heroínas merecem tapete vermelho, honraria e reconhecimento pelo que estão fazendo pelas nossas crianças”, disse Malta.
Senador Malta usou o microfone do plenário para anunciar que o presidente do Senado, José Sarney, acatou seu requerimento e marcou a sessão solene, que também contará com representantes do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e outras convidadas que estão nesta campanha contra a pedofilia.
Depois da sessão solene as homenageadas – Joana Maranhão e Xuxa – serão recebidas pela Presidenta da República, Dilma Rousseff, que já até assinou a sanção da Lei Joana Maranhão. “Dilma não perdeu tempo, ela é mulher de luta e sabe da importância desta lei para o Brasil”, explicou Malta.
A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República informou que o Disque 100 – serviço que recebe e dá orientações em casos de violação dos direitos humanos – recebeu 285.051 ligações somente na última segunda (21) e na terça-feira (22).
Representa um crescimento de 30% em relação ao total de ligações do mesmo período na semana passada. O número inclui ligações sobre qualquer tipo de violação, não apenas relacionadas a abuso e exploração sexual de crianças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário