terça-feira, 8 de maio de 2012

Repercussão de matéria sobre homossexualismo tem discussão pública entre Jean Wyllys e Marisa Lobo e críticas ao CQC

Repercussão de matéria sobre homossexualismo tem discussão pública entre Jean Wyllys e Marisa Lobo e críticas ao CQCA repercussão nas redes sociais da matéria do CQC sobre homossexualismo teve discussão pública entre entrevistados, relato de ameaças e xingamentos e críticas à edição da matéria, que segundo a psicóloga clínica Marisa Lobo, a prejudicou.
No Twitter, Marisa Lobo afirmou que recebeu “798 elogios, 130 ameaças, sendo 5 de morte e 3 de espancamento”. A psicóloga comentou: “Tá bom. Jesus tá na causa, o diabo furioso”.

Entre usuários, severas críticas à pastora de igreja inclusiva Lanna Holder, que contou sua história pessoal de envolvimento com o homossexualismo e seu relacionamento com Rosania Rocha.
“Foi triste a Lanna Holder ontem no CQC, e vergonhoso !!! Como que alguém pode negar JESUS dessa forma”, questionou uma usuária.
A psicóloga Marisa Lobo também criticou a postura de Lanna Holder: “O problema da Lanna Holder, é que ela não nasceu de novo. Só é convencida, e sabe como manejar um Bíblia como fonte de manipulação”.
A pastora respondeu às diversas críticas afirmando que “as maldições que os crentes me lançam são doces ao meu paladar. Amarga era a benção dos que só me amavam quando eu os agradava! Obrigada Senhor”.
Também através do Twitter, o deputado federal Jean Wyllys criticou a matéria realizada pelo CQC: “Há quem interessar possa: respondi a uma pergunta do CQC sobre cura para a homossexualidade há muito tempo, no dia da doação de sangue. Na ocasião, o CQC não me disse que era para matéria ‘especial’ em que seriam ouvidos também os ‘terapeutas’… Pelo relato da maioria em minha TL, nada disso foi ao ar e a matéria ‘especial’ do CQC acabou por prestar um desserviço”.
Ironizando a psicóloga Marisa Lobo, Wyllys afirmou que estava sendo criticado por outros usuários: “E os adeptos do charlatanismo e seguidores da ‘psicóloga’ que escreve ‘mentirozo’ (com z) estão a me xingar…”.


Em resposta, Marisa Lobo disse que seu erro tinha solução, enquanto o de Wyllys não: “@jeanwyllys_real Cometi um erro de digitação, eu conserto sendo mais cuidadosa. Já você… cometeu um erro fatal. ‘Negou Jesus’. Não tem perdão”.

Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário