terça-feira, 8 de maio de 2012

Rick Warren e sua esposa falam sobre a necessidade de novo foco da igreja e cristãos na ajuda aos órfãos necessitados

Rick Warren e sua esposa falam sobre a necessidade de novo foco da igreja e cristãos na ajuda aos órfãos necessitadosA cúpula anual de líderes da Aliança Cristã de Órfãos, que aconteceu nos dias 3 e 4 de maio na igreja Saddleback, na Califórnia, teve como foco a urgente necessidade de equipar igrejas para ajudar os órfãos necessitados e mudar o quadro de simples perpetuação dos orfanatos. No evento, o pastor Rick Warren e sua esposa kay Warren falaram sobre a necessidade de um novo foco por parte dos cristãos.
Transmitido ao vivo pela internet, e com um público presente de 2.000 pessoas, Rick disse que o atual modelo de trabalho dos orfanatos não é eficaz.  ”Jesus disse que você não pode colocar vinho novo em odres velhos. A forma como temos feito nos últimos 100 anos não acabou com a crise. Temos que fazer uma radical, revolucionária, posso dizer, abordagem bíblica. A questão é fazer com que essas crianças consigam famílias”.
Kay Warren passou a defender vítimas de HIV e órfãos de pais mortos pela doença depois de tomar conhecimento da dimensão do problema anos atrás. “A resposta para 168 milhões de órfãos em nosso mundo pode ser resumida em duas palavras: família e igreja”, disse Kay. ”A menos que a assistência aos órfãos torne-se pessoal para nós, ela permanecerá como algo que está lá fora”.
Ela também disse que é uma ilusão as pessoas acreditarem que é algo bom quando as crianças vivem em orfanatos, e prometeu: “Não vamos construir orfanatos. Vamos esvaziá-los. Vamos ajudar sem ferir. Nós não vamos apenas dar às crianças as coisas. Vamos dar nós mesmos. Nós faremos o que pudermos para unir crianças a uma família estável. Nós não vamos medir o sucesso por mais dólares dados. Vamos medir o sucesso pelo número de crianças que foram colocadas em uma família permanente”.
O ex-pastor Francis Chan, também falou durante o evento e pediu aos cristãos que orem ao Espírito Santo para ajudar transformar pessoas em voluntários, deixando de olhar de longe a crise dos órfãos: “Sempre que eu tiver a chance de ajudar alguém será a maior emoção na minha vida. E que tipo de outra vida eu preferia estar vivendo? Vamos agradecer a Deus que nos dá esse espírito”

Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário