quarta-feira, 18 de julho de 2012

Babalorixá acusa evangélicos de tentarem invadir terreiro


Érico Lustosa
Érico Lustosa filmou a intolerância religiosa
O babalorixá Érico Lustosa (foto) está acusando um grupo de evangélicos de tentar invadir no domingo (15) à noite um terreiro de matriz africana e afro-brasileira no Varadouro, em Olinda, na Grande Recife (PE). 

Ele aparece protestando contra a intolerância em um vídeo gravado no momento em que os evangélicos se aglomeravam diante do terreiro Pai Jairo de Iemanjá Sabá. 

“Eles [os evangélicos] gritavam ‘sai daí, Satanás’, e forçaram o portão”, disse Lustosa. “Foi aí que me coloquei em frente ao portão e meu filho começou a gravar.”  “Um deles gritou para a gente tomar cuidado porque que ele era evangélico mas era também um ex-matador.”

A polícia está investigando, mas ainda não foram apontados os responsáveis pela intolerância. Os evangélicos seriam da Igreja Universal do Reino de Deus. 

O Jornal do Commercio, com sede em Recife, informou que na semana passada evangélicos invadiram terreiros em Brejo da Madre de Deus, cidade do agreste pernambucano. O motivo seria o assassinato naquela cidade de um menino de 8 anos durante um ritual celebrado por um pai de santo.  O JC ouviu pesquisadores segundo os quais as religiões de matriz africana não realizam sacrifício de humano.


O vídeo de Lustosa tem causado indignação nas redes sociais, e representantes de religiões de matriz africana exigem das autoridades punição aos intolerantes. Eles temem que haja acirramento da intolerância evangélica.

Ato de intolerância religiosa


Com informação do JC, entre outras fontes.


Fonte: http://www.paulopes.com.br/2012/07/evangelicos-sao-acusados-de-intolerancia-religiosa.html#ixzz211m1QzHT

Nenhum comentário:

Postar um comentário