sábado, 21 de julho de 2012

Roupa provocativa das mulheres provoca estupros, diz muçulmano


Al-Haashim Kamena Atangana
Para o imã Atangana, a vítima é
a culpada pelas agressões sexuais 
No Canadá, o sacerdote muçulmano Al-Haashim Kamena Atangana (foto) escreveu no Toronto Sun que a roupa provocativa das mulheres é a causa de estar aumentando no país o número de estupros. 

Para combater esse tipo de violência, ele defendeu a criação de leis que proíbam as mulheres de usarem roupas sensuais. “A legislação canadense dá muita liberdade às mulheres”, disse. 

Atangana escreveu a propósito dos casos de agressões sexuais que têm ocorrido nas últimas semanas no campus da York University, com sede em Toronto. 

O imã argumentou que a cada 5 segundos uma mulher é violentada na América do Norte em consequência da liberdade de que ela dispõe para se vestir, na maioria dos casos. 

“As mulheres usam roupas tão provocantes que acabam chamando muita a atenção para si, e isso às vezes a conduz à morte”, disse. “Se os políticos canadenses quiserem de fato resolver o problema, eles terão de criar leis que impeçam as mulheres de saírem às ruas com roupas provocativas.” 

O líder muçulmano reconheceu que haveria forte oposição da parte da sociedade a essas leis, mas, para ele, não há outra forma de acabar com as agressões. “Prender os predadores sexuais não resolveria o problema se as mulheres continuarem provocantes porque haveria mais pervertidos à solta.”

As afirmações de Atangana chocaram os canadenses, tanto quanto ou até mais do que os estupros.


Com informações do Toronto Sun.


Fonte: http://www.paulopes.com.br/2012/07/muculmano-diz-que-culpa-do-estupro-e-a-vitima.html#ixzz21HvX7ot2

Nenhum comentário:

Postar um comentário