terça-feira, 28 de agosto de 2012

Igrejas cancelam cultos para desenvolver ações sociais e ajudar comunidades: “Estamos praticando nossa fé”

Igrejas cancelam cultos para desenvolver ações sociais e ajudar comunidades: “Estamos praticando nossa fé”
A Igreja Hillside, de Bloomington, no estado de Indiana, Estados Unidos, organizou uma força-tarefa em parceria com outras filiais da denominação para impactar na rotina da vizinhança onde está instalada.
Com um número aproximado de mil pessoas, os membros da denominação das regiões de Bloomington, Bethany, Emmaus, Evergreen e Garden Comunnity trocaram um dia de culto por ações sociais na comunidade, no último sábado, 25/08.
Entre as atividades promovidas pela igreja e seus membros, foram feitas limpeza de praças e parques, auxílio mecânico a moradores, pintura de fachada de casas, jardinagem e atividades esportivas.
De acordo com Carl Nelson, presidente da Transform Minnesota, uma organização que reúne 160 igrejas evangélicas e que ajudou a organizar o evento, a atividade “é uma espécie de quebra de rotina, atuando fora da igreja para se conectar com as pessoas”. Segundo Nelson, a intenção é por a fé em prática: “Nós estamos realmente praticando a nossa fé e disposto a sair e simplesmente servir as pessoas, sem amarras”, afirmou, segundo o site Star Tribune.
A rede tem inspirado diversas outras denominações em diversos estados norte americanos, que passaram a cancelar alguns cultos e organizar ações de sociais, de maneira a mostrar para o restante da sociedade que a igreja não se preocupa apenas em lutar contra o aborto ou o casamento gay.
Sherri Kadlec, uma das participantes da atividade em Bloomington, a iniciativa tenta mudar a imagem da igreja perante a comunidade: “Eu acho que as pessoas da igreja têm uma espécie de má fama, e nós estamos tentando mudar isso. Como a sociedade está vendo pessoas da igreja ajudar os demais, não vão pensar que somos hipócritas. Acho que o cancelamento do culto no domingo mostra à comunidade que nós realmente os consideramos importantes e queremos compartilhar o amor de Deus com eles. Queremos atendê-los”.
O pastor presidente da Igreja Hillside, Bryan Moak, afirmou que trata-se de uma mudança de cultura: “Acredito que a Igreja tem a tendência de dizer: ‘Ei pessoas, venham até nós’”, afirmou o pastor, que justificou a troca do culto pela ação social: “Eu acho que de uma maneira, não estamos cancelando nada. Estamos apenas movendo igreja para a comunidade”.
Redação Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário