sábado, 1 de setembro de 2012

Pastor que cheirou a Bíblia como droga diz que essa foi a menor loucura que já fez por ela: “Eu já comi a minha Bíblia”. Assista ao vídeo

Pastor que cheirou a Bíblia como droga diz que essa foi a menor loucura que já fez por ela: “Eu já comi a minha Bíblia”. Assista ao vídeo
O Pastor Lucinho, da Igreja Batista da Lagoinha de Belo Horizonte, gravou um vídeo onde se defende da repercussão de uma foto sua onde cheirava uma Bíblia com um gesto utilizado por usuários de cocaína. A foto divulgava um evento em outra igreja e gerou vários protestos em redes sociais.
Lucinho iniciou o vídeo contando sua história de vida e em seguida listou algumas “loucuras” que já fez pela Bíblia, em seguida fez uma série de críticas onde classifica o que seriam as atitudes que realmente desrespeitariam o Livro Sagrado e ao final revelou porque fez a controversa foto. “Eu cheirei a Bíblia porque a gente cheira tudo que ama: você cheira um prato de comida gostoso, você cheira um perfume, você entra dentro de um carro zero e cheira, você cheira a pessoa amada… e eu cheirei esse livro”, disse ele exibindo a Bíblia e citando a música “Exagerado” do falecido cantor ateu Cazuza. Ele completou ainda afirmando que “cheirei e vou continuar cheirando” e que aquela foto “é para aquela mãe que tem um filho usuário de crack, para uma vovó que está lutando por um netinho que não larga a cocaína. Aquela imagem não é para os sãos, é para os doentes”, defende ele.
No vídeo Lucinho afirma também que essa foi a menor loucura que já fez pela Bíblia, ele relata que já comeu o livro sagrado: “baseado no texto do velho e do Novo Testamento que diz que dois homens de Deus comeram a Bíblia (…) Eu disse vou comer a Bíblia, arranquei [as páginas] e fui pregando e comendo”, afirmou ele lembrando que a Bíblia era de papel vegetal e que fez isso durante uma pregação para milhares de jovens. Na Bíblia há três relatos parecidos com os citados pelo Pastor, um em Ezequiel 3:1-3, onde Deus dá um rolo para o sacerdote comer antes que ele vá para a casa de Israel, outro em Jeremias 15:11-16 onde após Deus fala com o profeta e ele afirma que comeu as palavras Dele; e o último em Apocalipse 10:9-10 onde o apóstolo João relata que comeu um pequeno livro que pediu para um anjo, porém, nenhuma passagem bíblica cita algum personagem bíblico comendo explicitamente a Bíblia ou algum pergaminho dela.
Pastor também relatou que anualmente separa 30 dias para ficar o tempo todo com a Bíblia em mãos ininterruptamente, “eu vou tomar banho com a Bíblia, eu vou dormir com ela, eu acordo com ela, eu vou na padaria com ela, eu faço academia com ela”, disse ele que já arrancou e plastificou as folhas da Bíblia para fazer uma camiseta e que também pretende decorar todo o novo testamento, entre outras “loucuras” pela Bíblia. Segundo ele a maior loucura que faz pelo livro sagrado é obedece-lo.
O Pastor Lucinho ainda destacou o que segundo ele seriam as quatro coisas que desrespeitam a Bíblia: não lê-la, não acreditar nela, não pratica-la e não divulga-la. Ele ainda destacou que muitos professores e políticos desrespeitam a Bíblia zombando dela ou posando de cristão e retirando-a de sua mesa após as eleições.

Vídeo: Pastor Lucinho fala sobre a foto em que cheira a Bíblia

Redação Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário