quarta-feira, 24 de outubro de 2012

São Jorge ou Davi, a quem você vai assistir? Globo responde ao boicote ao Salve Jorge pelos evangélicos


Depois da campanha para que os evangélicos não assistam “Salve Jorge” nas redes sociais, promovida em particular por membros da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), a Globo se manifestou respondendo à polêmica.

Salve Jorge
(Foto: Reprodução/Facebook)
Evangélicos fazem campanha para não assistir à novela Salve Jorge da Rede Globo.
A campanha supostamente promovida pelo site Exército Universal afirma que o programa faz veneração ao ‘ogum’ - entidade da mitologia representada no Brasil por São Jorge - e apologia ao lesbianismo.
“Sem que percebam e mesmo que não venerem ‘ogum’, muitos lares evangélicos cederão seus espaços para que a entidade espiritual entre e trabalhe”, posta o Exército Universal o texto originalmente publicado por outro site evangélico Holofote.
A rede Globo respondeu, dizendo que a novela em si não fala de São Jorge (Ogum) e que é uma figura existente em qualquer cultura, religiosa ou não.
salve jorge
(Foto: Reprodução Facebook)
Evangélicos fazem campanha para não assistir à novela Salve Jorge da Rede Globo.
“A única coisa que aparece de São Jorge é o fato de ele ser o padroeiro da cavalaria. É por isso que o personagem de Rodrigo Lombardi é devoto dele, pois pede proteção a cada ação. Com o decorrer da novela no ar isso ficará evidente para todos os grupos”, informou a emissora ao site Vírgula Lifestyle.
Com relação ao lesbianismo, o grupo de evangélicos relembra a participação de Vera Fischer, que declarou à mídia que faria o papel de uma vilã que “transaria” com mulheres.
Sobre essa acusação, a Globo afirmou "Não há sequer referência a lesbianismo na trama".
A novela de Glória Perez estreou nesta segunda-feira (22) com um índice considerado baixo no Ibope de 35,5 pontos. A novela vai ao ar às 21h10.

Nenhum comentário:

Postar um comentário