quarta-feira, 24 de outubro de 2012

[Testemunho] Priscila Coelho, apresentadora da Rede Super, fala sobre conversão e abandono ao homossexualismo.

[Testemunho] Priscila Coelho, apresentadora da Rede Super, fala sobre conversão e abandono ao homossexualismo. Assista
Priscila Coelho, apresentadora do programa Amplificador, da Rede Super de Televisão, emissora ligada à Igreja Batista da Lagoinha, contou recentemente seu testemunho de conversão e abandono do homossexualismo.
Hoje com 28 anos de idade, ela revela que foi criada num lar cristão, e que na infância, sofreu um abuso sexual, o que causou diversas mudanças em sua vida. Priscila afirmou ainda que decidiu se tornar lésbica ao descobrir que um tio era gay: “Acredito que ele despertou em mim algo que eu já gostava. Então, em um dia ele me disse que era gay, e essa informação mexeu comigo. Descobri que eu também gostava de me relacionar com pessoa do mesmo sexo, mas não foi culpa dele. Eu já tinha certo interesse! Ele apenas despertou o que estava dentro de mim”.
A partir de então, se envolveu também com drogas, e usava os relacionamentos homoafetivos para reproduzir o sofrimento que passou quando sofreu abuso: “Procurava manter as meninas sob domínio e queria que elas ficassem apaixonadas por mim. Aproveitava do sentimento delas e pisava”.
Porém, Priscila contou que essas situações não preenchiam seu vazio existencial: “Eu entrava no quarto e pensava comigo mesma que eu desejava o Deus que a minha mãe serve”, e emendou: “Mas toda vez que eu pensava em me converter, imaginava que devia largar o lesbianismo, e como não queria, ficava adiando”.
Após o término de um relacionamento, resolveu voltar para sua cidade natal, Belo Horizonte, e mudar de vida: “Retornei na segunda-feira e decidi largar tudo. Não foi a igreja e nem nenhuma oposição, mas Deus falou ao meu coração que aquilo que sempre procurei havia acabado de encontrar. E realmente a minha vida mudou”.
Assista no vídeo abaixo ao testemunho de Priscila Coelho:


Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário