quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Calendário cristão está baseado em erro de vários anos a partir do nascimento de Jesus, diz Papa

O calendário cristão está baseado em um erro de cálculo vários anos a partir da data de nascimento de Jesus feito por um monge do século seis, afirmou o papa, segundo o Daily Mail.

  • papa bento XVI(Foto: Reuters)Papa Bento XVI.

As visões do
 papa Bento XVI são parte de seu livro de três volumes “L'Infanzia di Gesu" sobre a vida de Jesusque foi publicada nesta terça-feira.Segundo ele, o monge Dionysius Exiguus estava distante vários anos da data de nascimento de Jesus em seus cálculos. Dionysius foi o responsável pela criação do calendário baseado na era Anno Domini (AD), anos que seguiram do ano da concepção ou nascimento de Jesus de Nazaré.
“O cálculo do início do nosso calendário – baseado no nascimento de Jesus – foi feito por Dionysius Exiguus, que cometeu um erro em seus cálculos por diversos anos”, escreve o Papa Bento.
Para ele, a data real do nascimento de Jesus foi vários anos antes, o que pode confirmar a teoria de muitos acadêmicos que acreditam que o nascimento de Jesus tenha sido entre 6 BC e 4 BC.
Entretanto, as afirmações do Papa devem ainda gerar debate sobre essa questão e outras apontadas em seu livro.
O papa ainda escreve que na cena do presépio não havia animais, alegando que a Bíblia não menciona isso.
Ele afirma também que os anjos nunca cantaram a pastores para anunciar o nascimento de Cristo.
O livro do papa foi publicado pela Casa Publicadora do Vaticano e Publicações Rizzoli e apresentado à imprensa no Salão Pio X.
O livro deve ser publicado em inglês com o título “Jesus of Nazareth: The Infancy Narratives” (Jesus de Nazaré: As Narrativas da Infância).

Nenhum comentário:

Postar um comentário