sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Evangélica há 45 anos, mãe de Joaquim Barbosa confessa que orou muito pelo filho


Nesta quinta-feira (22), uma grande festa foi realizada para a posse do ministro Joaquim Barbosacomo presidente do Supremo Tribunal Federal.

  • Joaquim Barbosa
    (Foto:Divulgação)
    Mãe de Joaquim Barbosa confessou que oeou muito pelo filho
De acordo com publicação Folha, ao falar do filho, ela afirmou que o ministro é um batalhador que traçou o próprio caminho. Ela ainda comentou que não preparou nada de especial para Barbosa no dia da posse e que ficou feliz em conseguiu dar um abraço no filho antes da cerimônia.
“O que eu dei foi oração, ele lutou por conta própria”, disse ela que é evangélica, membro da Assembleia de Deus há 45 anos.
Além da presença da presidente Dilma Rousseff, parentes, amigos e artistas, estava na primeira fila a mãe, Benedita que confessou que orou muito pelo filho.
Em seu discurso na posse, Joaquim Barbosa ressaltou que os cidadãos ainda não são tratados de forma igualitária no Brasil, especialmente no que se refere ao acesso à Justiça.
“Nem todos os brasileiros são tratados com igual consideração quando buscam o serviço público da Justiça”, afirmou. Ele destacou também que os juízes não podem sofrer pressões políticas, e que a Justiça precisa ser rápida.
“De nada valem as edificações suntuosas, o sofisticado sistema de comunicação e informação, se, naquilo que é essencial, a justiça falha”, disse.
Joaquim Barbosa foi nomeado pelo presidente Lula para o STF (Tribunal Superior Eleitoral) em 2003. Em 2006, tornou-se relator do inquérito sobre o mensalão, convertido em ação em 2007. Em 2008, votou a favor da tese de que políticos condenados em primeira instância poderiam ter sua candidatura anulada, sendo porém voto vencido.
Em 2011, Joaquim Barbosa libera aos colegas o relatório final sobre o mensalão. O julgamento que teve início no dia 2 de agosto de 2012 teve como resultado a condenação de 25 acusados, entre eles José Dirceu, Marcos Valério e Delúbio Soares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário