segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Silas Malafaia diz que responderá ao Conselho Federal de Psicologia `Gay` depois do carnaval


Depois que o Conselho Federal de Psicologia repudiou as declarações do pastor Silas Malafaia no “De Frente com Gabi” sobre a homossexualidade, o pastor foi ao seu Twitter informar que depois do carnaval vai responder à instituição, a qual ele chamou ironicamente de CFPG (Conselho Federal de Psicologia Gay).
  • silas malafaia
    (Foto: YouTube)
    Pastor Silas Malafaia responde ao ativista gay Marcio Retamero, que disse que estaria "disposto a pegar em armas se preciso for" em um discurso contra os evangélicos, no IX seminário LGBT, no Congresso Nacional, em Brasília.

Depois da entrevista de Silas Malafaia concedida à Marília Gabriela, o CFP divulgou um comunicado oficial dizendo que o pastor agrediu a perspectiva dos Direitos Humanos “a uma cultura de paz e de uma sociedade que contemple a diversidade e o respeito à livre orientação”.
“É lamentável que exista um profissional que defenda uma posição de retrocesso que chega a ser quase inquisitório, colocando como vertentes do seu pensamento a exclusão e o preconceito na leitura dos Direitos Humanos.”
Durante a entrevista, Silas Malafaia afirmou que a homossexualidade é um “comportamento” não havendo relação com a genética.
A CFP entende que a consideração de Silas Malafaia é de que a homossexualidade é uma doença e que sua resolução não considera como tal e proíbe “práticas de patologização da homossexualidade”.Durante a entrevista, Malafaia também afirmou que não é favor de que haja morte de homossexuais, mas que é contra o seu ativismo por direitos LGBT.
Malafaia alegou, por exemplo, que a PLC 122, proposta de lei que visa criminalizar a homofobia, possui artigos que infringem a Constituição brasileira.
A entrevista do pastor rendeu grande audiência, sendo a maior até o momento do “De Frente com Gabi”, entrando também para o Trending Topics do Twitter.


Nenhum comentário:

Postar um comentário