quinta-feira, 21 de março de 2013

Jean Wyllys pretende processar assessoria de Marco Feliciano e Facebook por calúnia e difamação


Jean Wyllys pretende processar assessoria de Marco Feliciano e Facebook por calúnia e difamação
O deputado federal e ativista gay Jean Wyllys (PSQL-RJ), usou seu Twitter para dizer que pretende processar o autor do vídeo criado em defesa do pastor e deputado federal Marco Feliciano, para defender sua posição de presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados.
O vídeo que tem o título irônico “Pastor Marco Feliciano renuncia”, foi criado para contra-atacar os opositores de Marco Feliciano, que depois de ser criticado pelo próprio partido (PSC), disse que só teve conhecimento do vídeo depois que já estava na internet. O vídeo gerou uma ação contraditória ao propósito inicial, fazendo com que a pressão para que Feliciano renuncie a presidência da CDHM tenha aumentado.
Wyllys também falou que pretende abrir uma ação contra o Facebook, por não retirar de circulação postagens que segundo o deputado, continham material calunioso e difamatório. Jean Wyllys ressaltou que solicitou à Polícia Federal uma investigação para que a origem do conteúdo dessas postagens seja descoberta.
Tanto Jean Wyllys como Marco Feliciano tem tido suas imagens afetadas por causa de falsas publicações em seus nomes divulgadas nas redes sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário