domingo, 26 de maio de 2013

BOMBA! rolo compressor da CGADB faz nova vitima: Mesa Diretora Da CGADB Suspende Pastor Ivan Bastos De Suas Funções De 1º Tesoureiro

pastor-ivan-bastosPr. Ivan Pereira Bastos – Presidente da Confateres
As decisões da Mesa Diretora da CGADB estão repercutindo fortemente em todo o país, dividindo opiniões e causando expectativas entre pastores e membros da denominação.
De acordo com informações publicadas no perfil “CGADB para Todos”, a Mesa Diretora da CGADB, reunida nesta quinta-feira (23), deliberou pela suspensão do pastor Ivan Bastos de suas funções de 1º Tesoureiro, cargo para o qual foi eleito com 7236 votos, na 41ª AGO em Brasília, no mês passado. O pastor Ivan Bastos  é presidente da Confrateres – Convenção Fraternal dos Ministros das Assembleias de Deus no Espírito Santo e Outros. Na reunião de quarta-feira (22), o pastor Samuel Câmara, presidente da Igreja-Mãe em Belém/PA, foi desligado do rol de membros da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil.
Quanto ao pastor Ivan Bastos, conforme informações já publicadas no perfil “CGADB para Todos”, houve uma proposta de acordo: caso retirasse a causa que patrocinou, juntamente com a sua convenção (Confrateres), a qual suspendeu os efeitos da AGE de Maceió, não sofreria qualquer sanção. Mas não houve acordo, uma vez que o pastor Ivan Bastos não teria acatado a proposta, sendo penalizado, suspenso de suas funções. Como o pastor Ivan Bastos foi eleito para a Mesa da CGADB, a medida necessita ser aprovada em uma AGE, prevista para 2 de setembro, na AD em Belenzinho/SP.
O jornalista e escritor Geremias do Couto, que é pastor vinculado ao My Hope Project da Associação Evangelística Billy Graham, e filiado a Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), comentou em seu blog que esperava outro comportamento da Mesa Diretora da CGADB: “Quisera que houvesse outro comportamento da Mesa Diretora da CGADB após às eleições de abril, mas percebo, pelo andar da carruagem, que a intenção é esticar a corda até onde der, com o intuito de promover mais uma cisão nas Assembleias de Deus.  Mas acho que não vão conseguir pelo que pressinto das atitudes do pastor Samuel Câmara. Ele mostra-se disposto a lutar pelos seus direitos convencionais, como também os demais líderes vinculados ao projeto CGADB Para Todos”.  Também destacou a posição do pastor Antônio Dionísio da Silva, líder da AD-Missões em Campo Grande-MS, eleito para 2º Secretário da Mesa Diretora com 8122 votos: “Louve-se por fim a atitude corajosa do pastor Antonio Dionísio, cujo voto foi divergente de seus pares eleitos pela chapa “Amigos do Presidente”. Segundo fontes próximas, ao expressar o voto contrário, ele teria chegado a dizer, em lágrimas, que não “mancharia as suas mãos com o sangue de José”.
Em conversa com o pastor Ivan Bastos, hoje, por telefone, ele nos informou que ainda não havia sido notificado oficialmente, e que deixou a reunião passando mal, precisando de cuidados médicos.
Leia a nota publicada no perfil “CGADB para Todos”:
O rolo compressor da Mesa Diretora da CGADB continua em ação. Ontem, em mais uma medida sem precedentes, deliberou suspender de suas funções o pastor Ivan Bastos, 1° Tesoureiro da instituição, e submeter a decisão a uma AGE, já decidida também ontem, prevista para ser realizada no dia 2 de setembro, na Assembleia de Deus do Belezinho, SP.
O lamentável disso tudo é que a intenção não é promover a paz e corrigir os rumos da CGADB. Ela vem com o forte cheiro de clara perseguição política, com o propósito de calar as vozes que discordam frontalmente do que está acontecendo em nosso ambiente convencional.
Isso se caracteriza pelo acordo espúrio, imoral, proposto ao pastor Ivan Bastos. Ele seria poupado de qualquer medida, se retirasse o processo que resultou na suspensão dos efeitos da AGE em Maceió, AL, causa que patrocinou juntamente com a Convenção Estadual que preside. É um jogo político dos mais rasteiros.
Como o 1° Tesoureiro permaneceu firme em suas convicções, ao custo da própria saúde, sem aceitar qualquer acordo, a resposta não tardou. Para mostrar que não estão brincando em serviço, a AGE para chancelar a medida foi marcada justamente para o território do presidente da Mesa, no mesmo dia em que se realiza a tradicional Reunião de Obreiros do Belenzinho.
O caminho é o do massacre total. Mas como tenho afirmado, os pastores que lideram o “Movimento CGADB Para Todos” estamos em paz com a nossa consciência. Nunca dormimos tão bem pela certeza de que temos cumprido o nosso papel, mesmo que os nossos direitos não sejam minimamente respeitados.
Não fugiremos do front. Iremos até o fim em busca do restabelecimento da justiça em nossa CGADB.
Que Deus nos ajude!
Fonte: http://assembleiano.com.br/bomba-rolo-compressor-da-cgadb-faz-nova-vitima-mesa-diretora-da-cgadb-suspende-pastor-ivan-bastos-de-suas-funcoes-de-1o-tesoureiro/

Nenhum comentário:

Postar um comentário