quarta-feira, 8 de maio de 2013

Jornalista diz que abaixo assinado contra Feliciano perdeu o fôlego


Jornalista diz que abaixo assinado contra Feliciano perdeu o fôlego
Já se faz meses desde que o pastor e deputado federal Marco Feliciano, tem gerado muitas polêmicas na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados, e após todo esse tempo já é possível notar que os protestos online contra o pastor têm diminuído.
A jornalista da Folha de São Paulo, Mônica Bergamo, afirmou que o abaixo-assinado promovido pelo site AVAAZ, para tirar Feliciano da presidência da CDHM, perdeu o fôlego e cada vez tem registrado menos assinaturas.
“Depois do impulso inicial, que fez com que, entre 28 de fevereiro e 22 de março, o documento chegasse a 450 mil assinaturas, o ritmo diminuiu. Desse dia até sexta-feira (3), a página postada no site Avaaz teve a adesão de apenas mais 22,6 mil pessoas, somando 472 mil”, escreveu a jornalista, em sua coluna no site do jornal.
A meta da petição criada na AVAAZ é de alcançar mais de 500 mil assinaturas em seu abaixo-assinado para tirar de Marco Feliciano o título de presidente da Comissão.
Já a manifestação a favor do pastor, que recolhe assinaturas em seu site, conta com mais de 943 mil adesões. Entretanto, a jornalista afirma que apesar de o sistema solicitar o número de CEP e e-mail, é possível que uma pessoa assine o manifesto mais de uma vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário