quarta-feira, 10 de julho de 2013

Jornalista afirma que cristãos contrários ao casamento gay são “retrógrados e prejudiciais à igreja”

Jornalista afirma que cristãos contrários ao casamento gay são “retrógrados e prejudiciais à igreja”
Um apresentador da maior rede de televisão britânica, Roger Bolton, afirmou que os cristãos contrários ao casamento gay são “retrógrados e prejudiciais à igreja”.
A respeito do aborto, Bolton afirmou que os contrários à interrupção da gestação por questões religiosas são vistos como “um pouco malucos” pela sociedade.
As declarações, de acordo com o Charisma News, foram feitas num relatório oficial da emissora, que vem revisando sua postura editorial sobre vários assuntos. Bolton frisou que na ótica do jornalismo, a questão do casamento gay é visualizada apenas como “igualdade de direitos”.
O jornalista, ouvido pela BBC para ajudar a formar uma opinião a respeito da questão, ainda disse que “sentia que os conservadores sobre estes temas tendem a ser tratados pelos entrevistadores como reminiscências que são prejudiciais a Igreja, arrastando-a de volta para o passado”.
O relatório publicado pela emissora disse que na opinião de Bolton, “a empresa é vista [pelos conservadores] como evidentemente simpática à idéia de casamento gay”. Diversos cristãos do Reino Unido se queixam da postura da BBC a respeito de sua postura sobre o cristianismo e de supostos favorecimentos a questões ligadas ao islamismo.
Fazendo um mea-culpa, a emissora divulgou em seu relatório que entrevistou representantes de diversas religiões, e ouviu deles que a maioria de seus jornalistas são “decepcionantemente despreparados e com baixo nível de conhecimento básico sobre suas crenças”.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário