domingo, 9 de março de 2014

Países do Oriente Médio proíbem exibição do filme “Noé”, por retratar um profeta

Países do Oriente Médio proíbem exibição do filme “Noé”, por retratar um profeta
O filme “Noé”, épico bíblico dirigido por Darren Aronofsky que retratará o relato sobre a Arca de Noé, ainda não estreou nos cinemas, mas já está causando polêmica entre alguns grupos religiosos, e já foi banido por vários países do Oriente Médio.
Na tradição islâmica, o retrato de profetas é proibido, o que levou a censura de países como Bahrein, Qatar e os Emirados Árabes Unidos a proibir a exibição do filme estrelado por Russell Crowe no papel de Noé. De acordo com o The Hollywood Reporter, a Paramount espera sentenças similares no Kuwait, Jordânia e Egito.
A importante instituição islâmica Al-Azhar emitiu uma declaração na quinta-feira contra os filmes que retratam figuras bíblicas, classificando-os como “contrários à fé e aos fundamentos da Sharia Islâmica”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário