sábado, 3 de março de 2012

Pastor preso por evangelizar é liberto após 13 anos


 


Depois de passar 13 anos na prisão, o pastor Bounchan Kanthavong, que vive em Laos, foi libertado. Ele foi condenado em 1999 acusado de traição contra o país e por ir contra a segurança nacional.
As acusações se deram pelo fato de Kanthavong ter recebido treinamento bíblico e passar a compartilhar da sua fé com as pessoas que entravam em sua loja de roupas. O testemunho dele fez com que mais de 70 pessoas aceitassem a Cristo.
Laos é um país localizado na Indochina, fazendo fronteira com Camboja, Tailândia, China e Vietnã. As autoridades chegaram a pedir para que ele parasse de espalhar o cristianismo, mas Bounchan, que se converteu em 1997, usava seu comércio para falar de Jesus.
O governo ficou com medo, pois para eles o cristianismo é uma religião estrangeira que poderia abrir o caminho de uma cultura estrangeira entre o povo, algo que era severamente criticado. Para tentar conter a evangelização, resolveram condenar e prender o pastor comerciante.
Sua esposa deu continuidade aos trabalhos de evangelismo e durante o período que ficou preso a comunidade cristã de Laos cresceu ainda mais. Em liberdade, Bounchan precisa das orações de todos os cristãos, pois esse tempo de prisão fez com que sua saúde se deteriorasse muito. Ore por ele, sua esposa, seus cinco filhos e pelos cristãos de Laos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário